sábado, 22 de dezembro de 2012

INTERDIÇÃO DE PARTE DA AV.JOÃO BATISTA LEAL

Atendendo a uma solicitação do comércio,foi feito no dia de hoje uma interdição de parte da Av.João Batista Leal,altura do n° 140,devido a um sorteio que atraiu grande número de pedestres.


 Com início as 15:00hs,o bloqueio foi desfeito as 18:00hs pelos agentes Fabio e Zwarg,sem maiores prejuízos ao trânsito local.




quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Projeto cria faixa exclusiva para viaturas operacionais


O Projeto de Lei 3591/12, do deputado Policarpo (PT-DF), destina uma faixa exclusivamente a viaturas operacionais nas vias com mais de uma faixa de circulação no mesmo sentido. Pelo texto, quando estiver em atendimento, estes veículos deverão se deslocar unicamente pelo trecho a eles destinado. Na ausência deles, os demais motoristas poderão circular por esse espaço normalmente.

PolicarpoDe acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97), definem-se como viaturas operacionais veículos destinados a socorro de incêndio e salvamento, de polícia, de fiscalização e operação de trânsito e ambulâncias. O código também já determina que não conceder passagem a esses serviços constitui infração gravíssima.

Policarpo acredita que a medida irá diminuir o tempo dos atendimentos e conferir maior segurança aos passageiros. Segundo o parlamentar, estatísticas do National Safety Council (organização não governamental dos Estados Unidos dedicada à promoção da saúde) indicam que os veículos de emergências colidem 13 vezes mais do que os demais e causam cinco vezes mais mortes.

Tramitação
Tramitando em caráter conclusivo, o projeto foi encaminhado às comissões de Viação e Transportes; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte:http://www2.camara.gov.br/agencia


sábado, 25 de agosto de 2012

Agente aplica multa e delegado amassa bloco de infrações, no ES


Guarda diz que sofreu abuso de autoridade. (Foto: Reprodução/TV Gazeta)
O agente de trânsito Samuel Gabriel da Silva prestou queixa à polícia após, segundo ele, ter o bloco de infrações amassado e rasgado pelo delegado aposentado Bianor Terra. A confusão aconteceu quando o guarda tentou aplicar uma multa no motorista que estava parado em local proibido, na manhã deste sábado (25), em Jardim Camburi, Vitória.
Agente fotografou o veículo do delegado. (Foto: Reprodução/TV Gazeta)Agente fotografou o veículo do delegado.
(Foto: Reprodução/TV Gazeta)
O guarda de trânsito fotografou o veículo do delegado estacionado em vagas para motos. “Uma vez que o veículo parou em local proibido, ele é passível de autuação, independente de quem seja o motorista. Quando disse isso, ele falou: 'mas eu sou delegado'. Eu falei com ele que poderia ser até o presidente, e que estava errado. Acho que ele se sentiu ofendido com as palavras, pegou o meu bloco e amassou. Um cidadão comum jamais faria o que ele fez. Acho que foi um abuso de autoridade dele”, contou Samuel.
Bianor não quis gravar entrevista e quem falou no lugar dele foi a advogada Renata Quintaes. Ela disse que o que agente foi autoritário e não agiu de forma correta. “Ele foi mal educado, foi arbitrário e abusivo. Esta ação gerou uma resposta a altura. Vamos entrar com as ações competentes e ele vai receber a resposta em esfera judicial”, disse a advogada.
A Policia Militar trouxe o delegado aposentado para o Departamento de Polícia Judiciária de Vitória. Segundo o delegado do DPJ Altair Ferreira, o aposentado foi autuado por dano ao patrimônio público. Ele pagou fiança de um salário mínimo e vai responder em liberdade.
Advogada e delegado aposentado. (Foto: Reprodução/TV Gazeta)

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Transportes autoriza sustentação oral em recurso contra multa de trânsito


A Comissão de Viação e Transporte aprovou na quarta-feira (22) proposta que dá direito de defesa oral na contestação de multas de trânsito. 

Edinho AraújoO texto, aprovado na forma de substitutivo ao Projeto de Lei 2247/11, do deputado Nelson Bornier (PMDB-RJ), determina que a pessoa que recorrer da infração de trânsito tem direito de realizar, pessoalmente ou por meio de advogado, sustentação oral diante da autoridade responsável pelo julgamento. 

A sustentação oral deve ser requerida à autoridade responsável pelo julgamento no ato da apresentação do recurso e, quando requerida, o prazo para apreciação do recurso é de 60 dias. 

O relator na comissão, deputado Edinho Araújo (PMDB-SP) justificou a apresentação de um substitutivo pela necessidade de incluir a norma no Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97) e não em uma lei específica, como estabelecia a proposta original.

O substitutivo transferiu para regulamentação futura trechos do projeto original que autoriza a inquirição de até três testemunhas, além de outros tipos de provas, na sustentação oral e a definição de que as despesas necessárias para a aplicação da lei serão incluídas no Orçamento.

Críticas
Para o presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro, deputado Hugo Leal (PSC-RJ), a defesa oral vai tornar o processo de julgamento de multas ainda mais lento. 

Leal acredita que a defesa oral é desnecessária e se torna inviável pelo grande volume de multas de trânsito que tramitam atualmente nos Detrans. "Eu acho que introduzir mais esse tema não vai colaborar em nada com relação a essa questão da agilidade que nós precisamos nos processos administrativos", disse.

Já o relator da proposta na comissão, afirmou que a defesa oral é mais um instrumento para garantir o cumprimento da Constituição Federal, que é a ampla defesa. Edinho Araújo defende que a demora nos julgamentos é consequência do grande número de multas e não pode ser utilizada para cercear o direito do cidadão.

"É o tamanho do Brasil, é o tamanho da frota nacional. O governo tem o dever de se aparelhar. O que não se pode admitir é que o cidadão brasileiro não tenha o seu direito constitucional garantido, que é o direito à ampla defesa", declarou Araújo.

Tramitação
A proposta, que tramita em caráter conclusivo, segue agora para análise da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).

Fonte:http://www2.camara.gov.br/agencia/noticias/TRANSPORTE-E-TRANSITO/424828-TRANSPORTES-AUTORIZA-SUSTENTACAO-ORAL-EM-RECURSO-CONTRA-MULTA-DE-TRANSITO.html

Proposta proíbe uso de “corredores” por motociclistas


Inocêncio Oliveira
Está em análise na Câmara proposta que veda aos motociclistas a passagem entre veículos de filas adjacentes ou entre a calçada e veículos de fila adjacente a ela, utilizando o chamado “corredor”. O Projeto de Lei (PL) 3626/12, do deputado Inocêncio Oliveira (PR-PE), também obriga condutores de motocicletas, motonetas e ciclomotores a circular exclusivamente pelo centro da faixa de rolamento do trânsito. As punições serão estabelecidas pelo Código de Trânsito Brasileiro (CBT- Lei 9.503/97).

O projeto estabelece ainda que os ciclomotores (veículos com até 50 cilindradas) devem ser conduzidos pela direita da pista de rolamento, preferencialmente no centro da faixa mais à direita, sempre que não houver faixa própria, o que já está previsto no CBT.

O autor da proposta explica que tem sido comum a tomada do chamado “corredor” pelos motociclistas, que circulam entre os carros. “O problema em tal situação é a constante violência que acompanha o uso do espaço entre os veículos, entre as faixas de trânsito, com espelhos retrovisores arrancados, chutes na porta e muitos sustos”, afirma. Ele destaca ainda que são constantes os acidentes com vítimas resultantes desse comportamento.

Tramitação
A proposta, que tramita em caráter conclusivo, será analisada pelas comissões de Viação e Transportes; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte:http://www2.camara.gov.br/agencia/noticias/TRANSPORTE-E-TRANSITO/424852-PROPOSTA-PROIBE-USO-DE-%E2%80%9CCORREDORES%E2%80%9D-POR-MOTOCICLISTAS.html

Carros de oficiais de justiça poderão ter estacionamento livre, sem multas


PolicarpoA Câmara analisa proposta que garante livre estacionamento, sem multas, aos veículos de oficiais de justiça que estejam cumprindo um mandado judicial no local. Esses funcionários normalmente trabalham com carros próprios que, segundo o projeto, poderão também estacionar em vagas destinadas a veículos oficiais e policiais. Além disso, terão direito a gratuidade em estacionamentos públicos rotativos explorados sob o regime de concessão. A medida está prevista no Projeto de Lei 3335/12, que altera o Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9503/97).

Para ter direito a esses benefícios, os oficiais de justiça deverão cadastrar até dois veículos nos departamentos estaduais de trânsito, receber uma identificação específica e colocá-la em local visível dentro do carro quando for cumprir uma diligência do Judiciário.

O autor da proposta, deputado Policarpo (PT-DF), explicou que a falta de vagas é uma das principais dificuldades para a execução do trabalho dos oficiais de justiça, que, segundo ele, acabam recebendo multas de trânsito por estacionamento irregular. “O exercício de uma atividade eminentemente externa não poderia gerar custos para o servidor, pelo que estaria o Estado se locupletando em detrimento do oficial de justiça”, argumentou Policarpo.

Tramitação
O projeto está apensado ao PL 6971/06, do deputado Maurício Quintella Lessa (PR-AL). As propostas terão análise conclusiva das comissões de Viação e Transportes; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte:http://www2.camara.gov.br/agencia/noticias/TRANSPORTE-E-TRANSITO/424906-CARROS-DE-OFICIAIS-DE-JUSTICA-PODERAO-TER-ESTACIONAMENTO-LIVRE,-SEM-MULTAS.html


quinta-feira, 23 de agosto de 2012

AGENTES DE TRÂNSITO DE PORTO ALEGRE TERÃO CURSO DE IDIOMAS PARA A COPA

Cidade voltada ao turismo de negócios e uma das sedes da Copa do Mundo de 2014, Porto Alegre terá agentes de trânsito preparados para orientar e interagir com turistas. A EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação) vai pagar a 600 azuizinhos cursos de inglês ou espanhol, em um investimento que pode chegar a R$ 2,6 milhões.
Empresas especializadas no ensino de idiomas deverão apresentar propostas no próximo dia 10 à EPTC. A carga horária estipulada é de 150 horas, desenvolvida em 15 meses com quatro horas de aula por semana. Serão 300 vagas para o curso de inglês e outras 300 para espanhol. As aulas ocorrerão nas dependências da escola que vencer o processo. Não há prazo para a escolha.
O preço máximo fixado pela EPTC para o pregão eletrônico é de R$ 29 a hora/ aula por aluno. Dessa forma, o investimento da EPTC seria de R$ 4.350 por agente, totalizando R$ 2,6 milhões. “Nossa expectativa é que esse custo caia cerca de 30% com a disputa entre as empresas”, afirmou ontem o diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Cappellari.
A ideia é oferecer os cursos, inglês ou espanhol, a agentes de trânsito, servidores que atendem no fone 118 e nos balcões de atendimento da empresa. “Já temos um corpo de funcionários qualificado, que domina uma segunda língua. Temos a Copa pela frente, mas estamos pensando além, em deixar o legado dessa qualificação. Porto Alegre é uma cidade turística”, comentou Cappellari.

Sindicato apoia iniciativa

O Sintran (Sindicato dos Agentes de Fiscalização de Trânsito) apoia a iniciativa. “Nós solicitamos à EPTC que investisse na qualificação dos agentes para a Copa e outros eventos. A gente vê com bons olhos essa formação que será oferecida”, avaliou o presidente do Sintran, Carlos Alberto Silveira. Ele não quis comentar o valor do investimento argumentando que não tinha subsídios para isso. 

Fonte:http://www.sondabrasil.com.br/new.asp?cod=15777&dpto=1


terça-feira, 21 de agosto de 2012

Agentes de trânsito: Mobilização Nacional rumo a Brasília

Agentes de trânsito: Mobilização Nacional rumo a Brasília


Agentes de trânsito de todo Brasil estarão em Brasília nos dias 21, 22 e 23 de agosto para uma caminhada dentro do Congresso Nacional e visita aos gabinetes dos deputados responsáveis pelos projetos da categoria, além de visita aos Ministérios da Justiça e das Cidades.



Câmara aprova regulamentação do ofício de motorista de veículos de emergência


A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou nesta terça-feira (21), em caráter conclusivo, proposta que regulamenta a profissão de motorista de veículos de emergência. Para exercer o ofício, o interessado deverá, por exemplo, ter experiência mínima de dois anos e curso específico de condutor de veículo de emergência.
Francisco Araújo
Além disso, o profissional terá direito a um seguro destinado a cobrir riscos decorrentes da atividade. O texto aprovado é uma junção do substitutivo da Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público com uma emenda da Comissão de Finanças e Tributação ao Projeto de Lei 7191/10, do ex-deputado Dr. Ubiali. A emenda retirou do texto original a previsão de carga de trabalho de 30 horas semanais e piso salarial de R$ 1,2 mil.
O relator na CCJ, deputado Francisco Araújo (PSD-RR), votou pela constitucionalidade da proposta. O texto seguirá agora para análise do Senado, exceto se houver recurso para que seja examinado pelo Plenário da Câmara.
Requisitos
A proposta determina que, para conduzir veículos de emergência, o motorista deverá cumprir as seguintes exigências:
- ter Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria “B”, para veículos de pequeno porte, ou “D”, para veículos de maior porte;
- ter concluído o ensino médio;
- possuir experiência de, no mínimo, dois anos como motorista;
- ter concluído curso de condutor de veículos de emergência com, no mínimo, 90 horas-aula.
O conteúdo do curso deverá abranger atendimento pré-hospitalar de primeiros socorros e direção defensiva teórica e prática. A cada cinco anos de trabalho, os condutores serão obrigados a frequentar cursos de reciclagem oferecidos gratuitamente pelo empregador.
Os motoristas também deverão passar por avaliação periódica de aspectos como equilíbrio emocional, autocontrole e capacidade de sigilo e trabalho em equipe.
Punição
Os empregadores que descumprirem a norma estarão sujeitos à multa de R$ 1 mil por condutor, aplicada em dobro em caso de reincidência, oposição à fiscalização ou desacato à autoridade responsável.

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Câmara analisa porte de arma em serviço para agentes de trânsito


Agentes de trânsito poderão portar arma de fogo em serviço. A permissão está prevista no projeto (PL 3624/08) do ex-deputado Tadeu Filipelli, já aprovado na Comissão de Segurança Pública da Câmara. A proposta ainda precisa ser analisada na Comissão de Constituição e Justiça e depois segue para apreciação no Senado.

De acordo com o projeto, o porte de arma será permitido para funcionários de fiscalização dos departamentos de trânsito (os Detrans). O substitutivo aprovado na Comissão de Segurança explicita que a permissão atinge os profissionais que atuam nas três esferas de governo (municipal, estadual e federal), desde que seja de interesse do respectivo ente federativo.

O relator, deputado Francisco Araújo (PSD-RR) diz que o porte de arma é justificado pela atividade exercida pelos agentes de trânsito, que fazem a fiscalização e abordagens em vias públicas. Ele destaca os principais pontos de seu parecer.

"Eu fui claro em colocar que o agente de trânsito só vai poder portar armas quando estiver em serviço. Vai ter também um acompanhamento, uma fiscalização por parte do Ministério da Justiça. O ente público ao qual ele é integrante deverá demonstrar o interesse de que este agente deverá portar arma de fogo. Não depende só do agente, depende do ente público. Ele também terá que fazer o curso em instituição policial para poder manejar a arma de fogo."

Contrário ao projeto, o deputado Domingos Dutra (PT-MA) afirma que o Estatuto do Desarmamento vem sendo descaracterizado. Para o deputado, a sociedade está se militarizando.

"Colocar arma na mão de agente de trânsito, na minha opinião, só vai estimular a violência. Nós, no governo Lula, fizemos um plebiscito para proibir totalmente o uso de armas, mas infelizmente o lobby das empresas que vendem armas e munição derrotou essa proposta do plebiscito. No entanto, o Estatuto do Desarmamento vem sendo fatiado, são muitas categorias que querem usar armas".

Várias categorias de servidores públicos já possuem autorização para porte de arma, conforme o Estatuto do Desarmamento. Entre elas estão: policiais (federais, civis, rodoviários, ferroviários, militares e bombeiros militares), integrantes das Forças Armadas, guardas municipais, guardas prisionais, auditores da Receita Federal e auditores fiscais do Trabalho.

De Brasília, Idhelene Macedo.

fonte:http://www2.camara.gov.br/radio/materias/ULTIMAS-NOTICIAS/424405-CAMARA-ANALISA-PORTE-DE-ARMA-EM-SERVICO-PARA-AGENTES-DE-TRANSITO.html



quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Dezessete agentes de trânsito foram agredidos na capital Cuiabá-MT


Dezessete agentes de trânsito foram agredidos na capitalDos 170 novos agentes de trânsito da capital, que tomaram posse, 130 estão nas ruas há 45 dias e já sofreram agressões. A situação dos agentes de trânsito ou ‘amarelinhos’, como são popularmente conhecidos, vem gerando polêmica no munícipio de Cuiabá. A lei nº 3332, que regulamenta a gratificação de produtividade atribuída aos agentes, é o principal motivo de descontentamento dos cidadãos, que acreditam em uma ‘indústria da multa’.
 
 
A lei é de 1992, e foi sancionada pelo ex-prefeito de Cuiabá José Meirelles. Nela consta uma compensação financeira relacionada à produção destes agentes. Alguns interpretam isto como um estímulo à aplicação de multas aos motoristas. Mas, o presidente do sindicato da categoria, Alexandre Arruda, diz que “a produção, citada na lei se refere à pontualidade, organização do trânsito e outras”, contou. Mas, segundo o secretário municipal de Transportes Urbanos (SMTU) “existem vários itens, e um deles é aplicação correta da multa”, revelou. Ele ainda acrescentou que “a aplicação de multas só é realizada em última instância. E a principal função dos agentes é garantir o bom andamento do trânsito, coordenar e orientar os motoristas”.
 
 
Diante dessa lei e do número crescente de aplicações de multas os ‘amarelinhos’ andam sofrendo agressões. Nesses 45 dias já foram registrados 17 boletins de ocorrência, sendo um deles como tentativa de homicídio. Igor Leite foi agredido no dia 28 de junho no jardim Leblon. “Eu cheguei e orientei o motorista, dizendo que ele estava na contra-mão e sem cinto de segurança, quando virei de costas ele me acertou com uma marreta e acabei desmaiando”, contou o agente que foi agredido.
 
 
Os servidores que hoje trabalham nas ruas da cidade foram aprovados em concurso e empossados no mês de abril, com o recebimento de um salário base de R$ 850 reais, por 40 horas de trabalho semanal. Anteriormente, a função era exercida excepcionalmente por Agentes de Regulação e Fiscalização, cedidos pela Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, que chegavam a receber salários de R$ 4 mil reais.
 
 
A categoria solicitou ainda um pouco mais de segurança e um contrato entre a SMTU e o batalhão deve ser firmado nos próximos dias. 



quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Projeto obriga motociclista a usar número da placa no capacete


O Projeto de Lei 3515/12, do deputado Danrlei de Deus Hinterholz (PSD-RS), obriga motociclistas, inclusive acompanhantes, a usar capacete com o número da placa do veículo. Pelo texto, as informações deverão ser gravadas na parte traseira central dos capacetes.

Danrlei de Deus Hinterholz
Danrlei
Segundo a proposta, a inscrição da placa deverá obedecer às seguintes determinações:
- fundo azul e caracteres brancos;
- espaçamento entre um caractere e outro;
- fonte Mandatory;
- largura de 140 milímetros e altura de 100 milímetros;
- altura do corpo dos caracteres de 25 milímetros;
- borda na mesma cor dos caracteres, com espessura de 3 milímetros; e
- película reflexiva resistente às intempéries;

Desobedecer à lei será considerado infração gravíssima. Com isso, o condutor poderá receber sete pontos na carteira e pagar multa no valor de R$ 574.

Benefícios
Segundo Danrlei de Deus, um dos objetivos da medida é proteger os proprietários de motos de roubo. “Os ladrões serão inibidos por não possuírem o capacete com as especificações técnicas determinadas”, argumenta.

Outo benefício da proposta, conforme o autor, será a facilidade para visualizar e identificar os veículos nos casos de acidente de trânsito. De acordo com o deputado, estatísticas da Secretaria de Segurança Pública mostram a ocorrência de mais de 16 mil roubos de veículos por ano. “Deste alarmante número, aproximadamente 50% são de motocicletas”, afirma.

Tramitação
O projeto tramita em conjunto com o PL 5651/09 e outras quatro proposições, que já foram aprovadas na Comissão de Viação e Transporte. Agora seguem para análise na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania, em caráter conclusivo e em regime de prioridade.

Fonte:http://www2.camara.gov.br/agencia/noticias/TRANSPORTE-E-TRANSITO/424171-PROJETO-OBRIGA-MOTOCICLISTA-A-USAR-NUMERO-DA-PLACA-NO-CAPACETE.html


Agente de trânsito é agredido ao multar motociclista na capital


Um agente de trânsito, de 45 anos, foi agredido após multar um motociclista na rua Dom Aquino, no centro de Campo Grande, por volta das 16h desta terça-feira (14). O agente relatou a Polícia Civil que estava notificando uma infração, pois o motorista estacionou a moto em vaga exclusiva para deficiente físico. 

Conforme o boletim de ocorrência, enquanto o agente fazia a notificação, o condutor da moto, que aparentava ter 35 anos, perguntou o motivo, não concordou com a justificativa do oficial de trânsito e negou estar estacionado em local não permitido.  

Ao perceber que o agente continuava a preencher os dados da moto, o motorista deu um tapa na prancheta que caiu no chão. O agente se abaixou para pegar, e neste momento, segundo relatou à polícia, levou um chute na canela direita. Logo após o agressor subiu na moto e fugiu do local. 

O caso foi registrado na delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) do centro, como lesão corporal dolosa. O agente informou a polícia as características do suspeito e a placa da moto, em seguida passou por exame de corpo de delito para comprovar a agressão.

Fonte:http://www.msrecord.com.br/noticia/ver/80157/agente-de-transito-e-agredido-ao-multar-motociclista-na-capital



Agente de trânsito registra ocorrência contra Delegada de Polícia


Suposto abuso de autoridade teria sido cometido pela Delegada Regional da 26ª DPR, Carla Mussi, em férias. A autoridade policial teria saído em defesa de uma filha, abordada na Operação Balada Segura deste final de semana, que se negou a fazer o teste do bafômetro e seria autuada.
Nas barreiras da Operação Balada Segura deste final de semana um caso suspeito de abuso de autoridade foi registrado na delegacia de polícia como fato atípico, e supostamente cometido pela delegada regional de polícia civil da 26ª DPR, Carla Mussi, em férias.
O coordenador de trânsito do município confirma as informações. Ubiratan Erthal disse que as providências foram tomadas e o caso registrado para que seja apurado. As autuações também foram feitas, disse Bira Erthal.
Consta que durante as abordagens da madrugada deste domingo, 5/8, da 1h às 6h, na Rua 15 de Novembro, centro, um automóvel foi parado e a motorista convidada a realizar o teste do bafômetro.
Com a negativa da moça em fazer o teste, os agentes de trânsito deram início a lavratura dos documentos pertinentes ao caso.
Em seguida, a motorista teria chamado sua mãe, delegada Carla Mussi, que se deslocou ao local.
O agente responsável pela documentação conta que a autoridade policial exigiu os documentos de sua filha, que estavam com ele, e mandou que ela se retirasse, indo para casa. Assim, a coordenadoria de trânsito registrou o caso na DP.
Nossa equipe de reportagem tentou contato com a policial, em busca de sua versão e veracidade do ocorrido, mas não obteve sucesso. A informação é de que ela encontra-se em gozo de férias.


terça-feira, 14 de agosto de 2012

Homem agride agente de trânsito no centro de Francisco Beltrão


Segunda-feira, 6, às 16 horas, policiais militares foram abordados por um agente do estacionamento regulamentado Faixa Azul, da área central de Francisco Beltrão. O rapaz informou que seu colega foi agredido por um homem que se evadiu em uma camioneta de cor prata, placas ASU 2050. As agressões ocorreram na Rua Tenente Camargo, no centro, em frente ao Fórum da Comarca.

Após consulta ao sistema da Polícia Militar, os soldados foram até o endereço do proprietário do veículo, identificaram o autor das agressões e a vítima. Ambos foram conduzidos ao 21º Batalhão da PM para a abertura de Termo Circunstanciado. Foi marcada audiência no Fórum de Francisco Beltrão, entre as partes, para o dia 28 de agosto.  Ontem, o funcionário do Faixa Azul fez o exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal. Em solidariedade ao companheiro, ontem, os demais agentes cumpriram expediente interno, na sede do Departamento Beltronense de Trânsito (Debetran). A diretora do departamento, Elaine Stalbaum, disse ao JdeB que "em momento algum o agente revidou, ele tentou explicar o que seria a infração".

Elaine relatou que o veículo estava estacionado no espaço destinado aos ônibus do transporte coletivo urbano. Por isso, foi feito um auto de infração. A diretora do Departamento de Trânsito disse que "infelizmente existem alguns casos de violência física e psicológica" aos agentes.

Ela pediu à comunidade que não ocorram casos de agressões físicas ou psicológicas aos funcionários do Faixa Azul. "É importante o papel deles nas ruas", salienta a diretora.

Fonte: http://www.anoticiageral.com.br/2012/08/homem-agride-agente-de-transito-no.html


segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Projeto torna obrigatória placa de identificação em carroças


Tramita na Câmara projeto que torna obrigatório o uso de placa de identificação e de sinalização na parte traseira de carroças, quando conduzidas em vias públicas. De acordo com o autor da proposta (Projeto de Lei 3292/12), deputado Roberto de Lucena (PV-SP), os acidentes envolvendo carroças são, muitas vezes, motivados pela falta de sinalização adequada que identifique esses veículos a uma distância segura.
Roberto de Lucena
Dep.Roberto de lucena(PV-SP)

O deputado diz ainda que, por não haver fiscalização em relação ao tráfego de carroças, não se pode punir ou multar os carroceiros que continuam conduzindo seu veículo nas vias de grande movimentação, principalmente nas horas mais concorridas. Segundo Lucena, muitas carroças estão em péssimo estado de conservação e grande parte delas é dirigida por adolescentes que não têm nenhum conhecimento das leis de trânsito.

“A situação ideal seria não existir mais em nosso País nenhum veículo de trabalho conduzido por animais. Sonhamos com um país em que os animais não precisem trabalhar submetidos, muitas vezes, a maus-tratos e a excessivas horas de trabalho. Infelizmente, este sonho ainda está longe de ser realizado e a realidade atual nos impõe apresentar a presente proposição”, justifica o autor.

Tramitação 
O projeto será analisado, em caráter conclusivo, pelas comissões de Viação e Transportes; e Constituição e Justiça e de Cidadania.

Fonte:
http://www2.camara.gov.br/agencia/noticias/TRANSPORTE-E-TRANSITO/424039-PROJETO-TORNA-OBRIGATORIA-PLACA-DE-IDENTIFICACAO-EM-CARROCAS.html

sábado, 11 de agosto de 2012

BRUMADO: AGENTES DE TRÂNSITO MOTORIZADOS


Os agentes de trânsito de Brumado já circulam pelas ruas da cidade com motocicletas e automóveis padronizadas. O diretor do Departamento Municipal de Trânsito Alcir Xavier, esclareceu ao Brumado Notícias que os veículos disponibilizados ainda são um paliativo, tendo em vista a grande demanda do município no que se refere aos trabalhos voltados para a segurança no trânsito. O diretor espera que mais duas motocicletas e um carro sejam adquiridos para o bom funcionamento do setor. “Até o final do ano esperamos estar com todo esse material à disposição do trânsito da cidade”, disse. Xavier também adiantou que o departamento está se preparando para a Semana Nacional de Trânsito, que irá acontecer no período de 18 a 25 de setembro. No evento, o setor pretende mobilizar a população como um todo em prol de um grande trabalho de conscientização para o trânsito. “Esperamos que principalmente as crianças e os mototaxistas se tornem nossos parceiros nesse trabalho que é promover um trânsito melhor e mais seguro em nossa cidade”, ressaltou.

Fonte: http://www.brumadonoticias.com.br/v1/2012/08/10/brumado-agentes-de-transito-motorizados/

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

APROVADO PORTE DE ARMA PARA AGENTES DE TRÂNSITO


Por oito votos a favor e sete contra, a Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara aprovou nesta quarta-feira (08) o parecer do relator, deputado Francisco Araújo (PSD-RR) ao Projeto de Lei 3624/08, que concede porte de arma aos fiscais de trânsito. Polêmica, a proposta é de autoria do então deputado Tadeu Filippelli (PMDB), atual vice-governador do Distrito Federal.

O projeto analisado pelo parlamentar de Roraima altera o Estatuto do Desarmamento (Lei 10.826/2003). As modificações que foram propostas objetivam disciplinar a concessão de porte de arma para os fiscais de trânsito em todo o País.
“Entendemos que os chamados agentes de trânsito lidam diariamente com todo o tipo de dificuldade no sentido de executar suas responsabilidades da melhor forma possível. Na situação atual, eles não têm direito ao porte de arma, o que os coloca em condição vulnerável diante da onda de violência que se alastra pelo País. Foi por esse motivo que votei favoravelmente”, disse Francisco Araújo.

Sobre o placar apertado na votação do seu parecer, o parlamentar do PSD disse que não se constrangeu. “Estamos em uma casa democrática, onde todos os assuntos são discutidos de forma transparente. Ouvimos atentamente os pareceres contrários, mas consegui convencer a maioria dos meus colegas”.




quinta-feira, 19 de julho de 2012

DESVIO NA PONTE DO RIO ITANHAÉM

Durante a tarde de ontem,foi necessária a intervenção dos agentes na Avenida Presidente Kennedy,na Praia dos sonhos.




Com isso,o fluxo de veículos sentido Bairro-Centro seguiu na contramão da ponte,enquanto os veículos que vinham sentido Centro-Bairro seguiram pela alça da ponte.


O desvio foi necessário devido a um caminhão executando serviços na Avenida presidente kennedy,ocupando parte da avenida.
Por volta das 16:00hs foi normalizada a situação no local,sem prejuízo ao trânsito.

terça-feira, 3 de julho de 2012

AGENTES DE ITANHAÉM REPRESENTAM O MUNICÍPIO EM WORKSHOP SOBRE A RESOLUÇÃO 356/10

Na manhã de hoje os agentes Fabio e Froede compareceram no prédio do Sindicato do Comércio Varejista da Baixada Santista,para participarem do 1° Workshop sobre a Resolução 356/10 que trata dos serviços de motofrete e moto-táxi,organizado pela CET-Santos.


Vários palestrantes acrescentaram muitas informações importantes,como o presidente da CET-Santos,Rogério Crantschaninov,representantes do SENAT,SAMU e o Cap.PM Magnani-6°BPM/I,que abordou o tema fiscalização.


Também acompanharam o evento representantes do sindicato de motofretistas,empresários do ramo de transportes e alguns colegas Agentes da cidade de Bertioga-SP,além de interessados no tema.




sábado, 30 de junho de 2012

CET-SANTOS REALIZA WORKSHOP (MOTOFRETE)


A regularização da profissão de motofretista será discutida terça-feira (3), às 9h, no 1º Workshop de Motofrete – Década de Segurança para o Trânsito, no Sindicato do Comércio Varejista da Baixada Santista (avenida Ana Costa, 25, Vila Mathias). Organizado pela CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), o evento irá esclarecer dúvidas sobre as novas regras de segurança que deverão ser cumpridas a partir de 4 agosto.


O workshop terá início às 9h, com recepção e abertura dos trabalhos. Na sequência, às 10h, Rogério Crantschaninov, diretor-presidente da CET e do Fórum Paulista de Secretários e Dirigentes Públicos de Transportes e Trânsito, faz palestra sobre ‘Regulamentação do serviço de motofrete’.


Em seguida, às10h30, o médico João Rafael Alvarez Lopez, coordenador de Acesso do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência/SAMU Santos, aborda ‘Acidentes com motociclistas e suas consequências’. Depois, Gustavo Pereira Lima Magnani, comandante da 2ª Cia do 6º BPM/I enfoca ‘O papel da fiscalização da Polícia Militar no comportamento dos motociclistas’.


Fonte:suacidade.org

terça-feira, 19 de junho de 2012

Câmara Federal poderá votar lei do porte de arma para Agente de Trânsito nesta quarta


A Câmara Federal dos Deputados poderá votar nesta quarta-feira, dia 20, a lei que concede porte de arma para Agentes Municipais de Trânsito. O Presidente do Sindicato Intermunicipal dos Agentes de Trânsito da Paraíba – SINATRAN–PB, Antônio Coelho estará viajando para Brasília onde participa de audiência pública promovida pela Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado – CSPCCO.


Antônio Coelho foi o único convidado da Paraíba para representar a categoria na discussão que repercute no cenário nacional. O convite foi um reconhecimento do Agente de Trânsito da cidade de Patos pelos esforços desprendidos em prol da luta da categoria no país.


Depois de várias discussões e duas audiências em nível nacional, a lei que altera partes do Estatuto do Desarmamento poderá ter seu desfecho favorável ao porte de arma para Agentes de Trânsito. Alguns deputados federais do Estado de São Paulo estão se posicionando contra a lei, mas a comissão de representantes dos Agentes de Trânsito acha que a regra terá seu desfecho favorável à categoria.


O tema do porte de arma para Agentes de Trânsito tem dividido opiniões. As mortes de profissionais do trânsito ocorridos no Brasil reforçaram a discussão em torno do armamento da categoria como forma de defender essa de agressões. Mas também, tem causado polêmica diante de existir na sociedade mais uma categoria armada durante o trabalho e as consequências desse porte de arma.




Jozivan Antero – Patosonline.com 



segunda-feira, 18 de junho de 2012

AUDIÊNCIA DEBATERÁ PROJETOS QUE ESTENDEM PORTE DE ARMA


A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado realizará nesta terça-feira (19) audiência pública para debater cinco projetos de lei que alteram o Estatuto do Desarmamento para autorizar o porte de arma para diferentes categorias profissionais.


Os projetos são:
- 3624/08, que permite o porte de arma para os funcionários de fiscalização dos departamentos de trânsito (Detrans);
- 6971/10, que estende o direito de porte de arma para colecionadores e atiradores;
- 1754/11, do deputado Ronaldo Benedet (PMDB-SC), que torna direito do advogado portar arma de fogo para defesa pessoal;
- 1966/11, que garante o porte de armas para os policiais das Assembleias Legislativas dos estados e da Câmara Legislativa do Distrito Federal;
- 7896/10, que permite o porte de arma aos agentes de segurança do Ministério Público da União.


Também será discutido o Projeto de Lei 2561/11, que torna obrigatória a apreensão e a destruição de brinquedos, réplicas e simulacros de armas de fogo.


O debate foi proposto pelos deputados João Campos (PSDB-GO), Alessandro Molon (PT-RJ), Enio Bacci (PDT-RS) e Edio Lopes (PMDB-RR).


Foram convidados: 
- a presidente do Conselho Nacional de Segurança Pública, Regina Miki; 
- o secretário-geral do Ministério Público Federal, procurador Lauro Neto; 
- o chefe do Sistema Nacional de Armas (Sinarm) da Polícia Federal, Douglas Saldanha;
- a diretora do Instituto Sou da Paz, Melina Risso;
- o representante da Associação Nacional da Indústria de Armas e Munições (Aniam), Salésio Nuhs;
- o representante do Movimento Viva Rio Antonio Bandeira; 
- o presidente do Sindicato Intermunicipal dos Agentes de Trânsito da Paraíba (Sinatran-PB), Antônio Neto; 
- o presidente do Conselho Federal da OAB, Ophir Cavalcante; 
- o presidente da União Nacional e Polícias Legislativas (Unipol), Geraldo Magela;
- o presidente do Movimento Viva Brasil, Bené Barbosa.
- um representante de colecionadores de armas;


A reunião será realizada às 14 horas, no Plenário 6.

Fonte:Agência Câmara de Notícias

domingo, 10 de junho de 2012

PINTURA DE FAIXAS DE PEDESTRES

Durante a semana passada,foram feitos serviços de reforço nas faixas de pedestres da área central.
Foram feitos serviços na Av.Washington Luis,nas esquinas com as ruas Zeferino Soares e Antonio Olivio de Araújo.



sexta-feira, 8 de junho de 2012

PLACAS PERDIDAS

Durante o dia-a-dia dos agentes são encontrados diversos objetos nas vias,e entre estes objetos,muitas placas de veículos.
Visando ajudar os proprietários que perderam essas placas,temos guardadas algumas,que podem ser retiradas no Centro de Controle Operacional(CCO) mediante comprovação(documento do veículo).


Algumas placas encontradas:


DNQ 347...

EKW 666...
DWG 060...
EKW 698...
EPK 407...
CAY 679...
CXY 741...
COJ 697...
CXZ 950...
DUR 829...
CWF 535...
DQA 761...
EAO 422...


Maiores informações: CCO-(13)3426-5790

terça-feira, 29 de maio de 2012

Setran de Maringá-PR recebe novos veículos nesta quinta-feira



A frota da Secretaria de Transportes (Setran) de Maringá vai ganhar o reforço de 21 novos veículos - sendo 19 motos, um carro e um caminhão - para serem utilizados em serviços do setor de Engenharia, Educação e Fiscalização de Trânsito e do Estacionamento Rotativo – EstaR. A entrega será nesta quinta-feira (31), às 14h30, no estacionamento da Praça Deputado Renato Celidônio, ao lado da Prefeitura.

O setor de Engenharia será contemplado com duas motocicletas e um carro. Para os agentes de trânsito foram adquiridos 15 motocicletas e para a equipe de sinalização de vias e instalação de placas um caminhão.
Os veículos foram adquiridos com recursos do Fundo Municipal de Transportes e Segurança no Trânsito, no valor aproximado de R$ 475 mil, com exceção das quatro motocicletas que servirão aos agentes do EstaR. Essas últimas custaram R$ 32,8 mil e foram pagas com o dinheiro arrecadado com o Estacionamento Rotativo.
Para o secretário de Transportes, Valdir Pignata, a renovação da frota melhora o atendimento à comunidade e oferece mais conforto e segurança aos servidores. 

domingo, 27 de maio de 2012

Novos agentes de trânsito de Praia Grande-SP recebem certificado


Em uma solenidade no auditório do Centro Universitário Mote Serrat (Unimonte), em Santos, cerca de 50 novos agentes de trânsito, aprovados em concurso público para agentes de trânsito, receberam o certificado. A cerimônia ocorreu nesta quarta-feira, 23 de maio.
Durante o curso de formação, os candidatos ao cargo de agente de trânsito passaram por estágio, com práticas de orientação e educação de trânsito na Cidade, e frequentaram aulas sobre temas específicos, como legislação e direção defensiva. Foram 336 horas-aula de curso, realizado no Unimonte.

De acordo com o secretário de Trânsito e Transporte, João Carlos Moreno Gallego, o objetivo do curso foi conscientizar os futuros agentes sobre a legislação e a política de educação para o trânsito aplicada no Município. “Com o curso, conseguimos preparar estes agentes para desenvolver o trabalho com excelência, mostrando sempre que o foco desta Administração é a conscientização e não a autuação. Temos um trabalho diferenciado, humanizado, que trata a educação para o trânsito desde as crianças até os adultos. E o curso, além de explicar sobre a lei, trouxe a essas pessoas esta visão”, disse o secretário, ressaltando que, dos 50 aprovados, cerca de 20 já estão trabalhando.

Fonte: DeCom/PMPG
Foto: divulgação Jairo marques/PMPG


sexta-feira, 25 de maio de 2012

Ameaça a marronzinho em Ribeirão Preto-SP rende multa a motorista


Um motorista que ameaçou de morte um agente de trânsito, em agosto de 2011, foi multado pela Justiça em três salários mínimos, equivalente a R$ 1.866. A decisão é de 21 de maio. Segundo a denúncia, o agente da Transerp foi ameaçado após multar o motorista que havia parado em lugar irregular na avenida Nove de Julho e estava atrapalhando a conversão dos ônibus.
Quando percebeu que seria autuado, o motorista que estava em um estabelecimento comercial saiu e foi tirar satisfações com o marronzinho. Segundo a denúncia, ele teria abordado o agente aos gritos: "Vou lhe dar um tiro na cara".
Diante das ameaças, o agente acionou a Guarda Civil Municipal e todos foram para o Distrito Policial.
No local, o delegado Udelson Canova Simionato registrou um Termo Circunstanciado que poderia ser expirado em 180 dias se o agente de trânsito não mostrasse interesse em representar criminalmente o autor das ameaças.
"O crime cometido foi de ameaça e por isto tinha o prazo de seis meses para dar prosseguimento, mas neste caso o agente deu prosseguimento e o caso foi parar no Ministério Público", diz Leandro de Goes Leite, diretor jurídico da Transerp.
O dinheiro da multa será encaminhado para uma instituição de caridade de Ribeirão Preto. O infrator poderá pagar a multa em três vezes de R$ 622. A primeira parcela foi feita no dia da condenação.
Os recibos do pagamento devem ser apresentados ao Juizado Especial Criminal e anexos ao processo. Caso o pagamento não ocorra, o motorista será ser multado em 1/3 do salário mínimo.
Leite afirma que não é comum os agentes de trânsito serem ameaçados pelas pessoas que são multadas, mas toda vez que o motorista infrator toma este tipo de atitude é registrado um boletim de ocorrência que pode resultar em processo judicial, multa e até indenização por danos morais.
"O correto é o motorista aceitar a multa e recorrer junto à Jari (Junta Administrativa de Recursos e Infrações) e não tentar resolver o problema aos gritos e ameaças."
Em outro caso, em 2009, um empresário foi condenado a pagar R$ 6 mil de indenização por danos morais a um agente de trânsito. O empresário teria rasgado o talão de multas e agredido fisicamente o agente.

Fonte: http://www.jornalacidade.com.br/editorias/cidades/2012/05/24/ameaca-a-marronzinho-rende-multa-a-motorista.html

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Frente parlamentar das ciclovias será lançada na quinta-feira


Será lançada na quinta-feira (24) a Frente Parlamentar em Defesa das Ciclovias, que tem como objetivos debater políticas públicas de mobilidade urbana e atuar pela implantação de ciclovias nas cidades brasileiras. O ato de lançamento será realizado às 9 horas, no Plenário 13. Antes disso, às 8h30, haverá um passeio ciclístico da Catedral até a Câmara.
Transporte - Bicicletas - Ciclistas 03A iniciativa de criação da frente parlamentar é das deputadas Marina Santanna (PT-GO) e Rebecca Garcia (PP-AM) e dos deputados Márcio Macêdo (PT-SE), Policarpo (PT-DF) e Vicentinho (PT-SP). Rebecca Garcia, que será coordenadora da frente na região Norte, disse que pretende viabilizar propostas alternativas e sustentáveis para aumentar a quantidade de ciclovias, principalmente na Amazônia.
Entre as metas da frente parlamentar estão também a discussão de medidas de integração entre a bicicleta e os modos coletivos de transporte, e o incentivo à adoção de políticas e ações para implementação de infraestrutura do sistema cicloviário brasileiro.
Além de parlamentares que integram a frente, participarão da solenidade de lançamento representantes dos ministérios dos Transportes, da Saúde, do Meio Ambiente e das Cidades; do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran); e das entidades União dos Ciclistas do Brasil, Rodas da Paz e Pedal Goiano.

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Agentes da CET treinam para fiscalizar ruas de SP com bicicleta

Treinamento com agentes da CET da região de Moema começou nesta quarta-feira (Foto: Divulgação/Bicicreteiro.org)

Agentes da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) iniciaram um treinamento nesta quarta-feira (9) para fiscalizar as ruas de São Paulo de bicicleta. Segundo André Pasqualini, integrante do grupo responsável por administrar o curso e um de seus idealizadores, a equipe de 15 pessoas que está sendo treinada é formada majoritariamente por agentes responsáveis pela fiscalização de Zona Azul na região de Moema, na Zona Sul. Caso os resultados sejam positivos, o treinamento pode ser administrado em outros setores da CET e pode se tornar procedimento padrão da companhia.


Agentes são orientadas sobre legislação de trânsito, comportamento de ciclista e procedimentos técnicos.  (Foto: Divulgação/Bicicreteiro.org)

Em Moema funciona a ciclofaixa permanente, que completou seis meses no sábado (5). Na região, quase dois carros por dia foram multados por desrespeitar o espaço exclusivo para ciclistas. A partir da próxima segunda-feira (14), a Prefeitura pretende intensificar a fiscalização do comportamento dos motoristas em relação aos ciclistas.

Os motoristas paulistanos terão de respeitar os ciclistas se não quiserem levar multa de até R$ 574,62 e ganhar sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A CET vai fiscalizar e autuar veículos que não dão prioridade às bicicletas no trânsito da cidade. A reportagem entrou em contato com a companhia para ter mais detalhes sobre a fiscalização e aguarda retorno.


A partir da próxima segunda, motorista que desrespeitar cilista será multado (Foto: Divulgação/Bicicreteiro.org)


No curso realizado nesta quinta-feira, os agentes foram orientados sobre legislação de trânsito, comportamento de ciclista e procedimentos técnicos de aplicar multas. Na uma última fase, Pasqualini acompanhará de bicicleta cada agente nas ruas de Moema, onde será feito uma simulação de como será o trabalho em campo.
“É uma quebra de paradigma na cidade. Agora as pessoas vão se acostumar a ver os agentes da CET de bicicleta, além de passar mais segurança para o próprio ciclista”, comentou Pasqualini. Segundo ele, o uso da bicicleta ainda vai aumentar a produtividade da CET nas ruas. “Os agentes vão poder cobrir uma área cinco vezes maior do que antes, quando estavam a pé”, disse.

Para Pasqualini, o uso da bicicleta pelos agentes vai ser positivo também na fiscalização e multa por desrespeito ao ciclista. Segundo ele, um agente que anda de bicicleta vai saber identificar mais fácil as infrações. “Antes, quem fiscalizava só tinha a visão do carro, agora vau ter a visão do ciclista também”, comentou.

Fonte:http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2012/05/agentes-da-cet-treinam-para-fiscalizar-ruas-de-sp-com-bicicleta.html

quarta-feira, 9 de maio de 2012

RELATÓRIO DA REUNIÃO DOS AGENTES DE TRÂNSITO COM DEPUTADO EFRAIM FILHO-DEM/PB

Enviado a mim pelo colega Jair Fidélis:


Participamos dia 07/05/2012 em João Pessoa de uma Reunião com o Dep. Efraim Filho do DEM/PB, Presidente da CSPCCO(Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado), onde foram representantes dos Municípios de Pernambuco(Olinda, Surubim Abreu e Lima e Paulista) e da Paraíba(Patos, Sapé, Pombal, Campina Grande, João Pessoa, Mamanguape e Santa Rita).
Esta reunião marcada através do nosso amigo, Antonio Coelho Representante da SINATRAN, teve como objetivo pedir apoio ao Deputado pela aprovação e por em pauta o mais breve possível o Relatório aprovado pelo Relator Franscisco Araújo – PSD/RR sobre os Projetos de leis que dá o Porte de Arma aos Agentes da Autoridade de Trânsito quando em serviço de nº 3624/2008 apensado ao 4408/2008.
O Deputado Efraim Filho foi muito receptivo com a categoria e disse que apóia o Porte de Arma em Serviço aos Agentes da Autoridade de Trânsito, conforme o Parecer do Relator e que assim que passasse as 5 sessões ordinárias, prazo para que algum Parlamentar caso queira possa apresentar alguma emenda, iria colocar em pauta para aprovação dos Deputados que fazem parte da CSPCCO, o mesmo disse que para que pudéssemos ter mais resultado positivo teríamos que marcar uma Reunião com os Deputados que fazem parte da Comissão em cada Estado e expor o nosso objetivo e fundamentos para que se sensibilizassem com a classe e assim aprovem o Relatório, pediu que antes fizéssemos uma cartilha bem resumida justificando a nossa necessidade desse uso mostrando até estatísticas para ficar mais claro e objetivo, disse também que aproveitássemos e mobilizasse todos os Agentes de Trânsito do Brasil para que mandassem email aos Deputados da Comissão, pois os seus assessores lêem esses email e passam a eles mostrando que a classe está unida em um só interesse a nível Nacional e se mostrando capaz de se mobilizar e se unir para conseguir seus objetivos, aproveitando a sugestão Antonio Coelho disponibilizou a lista do nomes dos Deputados e seus respectivos Estados.
Ele informou que dia 23 de maio será a data que será colocada em pauta para aprovação no Congresso, antes disso teremos que encher as caixas de email dos Deputados reunir com os mesmos em suas bases, pedimos aos Agentes de Trânsito de Brasília, Roraima, Goiás, Goiânia e Estados vizinhos que possam ir no dia, já que para os Estados mais Longe fica inviável, pois possa ser que algum Deputado peça vista do Relatório e do Projeto o fará com que seja adiado a votação para sessão seguinte.
Queremos agradecer ao Dep. Efraim Filho por nos receber muito bem e ter se mostrado estar a par dos riscos que os Agentes de Trânsito sofrem em suas atividades e estar disposto a ajudar na sua aprovação. 
Relação dos deputados titulares da comissão de segurançapública e combate ao crime organizado – CSPCCO:
Dep. Alessandro Molon (PT/RJ) dep.alessandromolon@camara.gov.br
Dep. Dalva Figueiredo (PT/AP) dep.dalvafigueiredo@camara.gov.br
Dep. Vanderlei Siraque (PT/SP) dep.vanderleisiraque@camara.gov.br
Dep. Marllos Sampaio (PMDB/PI) dep.marllossampaio@camara.gov.br
Dep. Paulo Piau (PMDB/MG) dep.paulopiau@camara.gov.br
Dep. Fernando Francischini (PSDB/PR) dep.fernandofrancischini@camara.gov.br
Dep. João Campos (PSDB/GO) dep.joaocampos@camara.gov.br
Dep. Pinto Itamaraty (PSDB/MA) dep.pintoitamaraty@camara.gov.br
Dep. Alexandre Leite (DEM/SP) dep.alexandreleite@camara.gov.br
Dep. Efraim Filho (DEM/PB) dep.efraimfilho@camara.gov.br
Dep. Mendonça Prado (DEM/SE) dep.mendoncaprado@camara.gov.br
Dep. Givaldo Carimbão (PSB/AL) dep.givaldocarimbao@camara.gov.br
Dep. Keiko Ota (PSB/SP) dep.keikoota@camara.gov.br
Dep. Enio Bacci (PDT/RS) dep.eniobacci@camara.gov.br
Dep. José Augusto Maia (PTB/PE) dep.joseaugustomaia@camara.gov.br
Dep. Francisco Araújo (PSD/RR) dep.franciscoaraujo@camara.gov.br
Dep. Junji Abe (PSD/SP) dep.junjiabe@camara.gov.br
Dep. Lourival Mendes (PTdoB/MA) dep.lourivalmendes@camara.gov.br
Dep. Dr. Carlos Alberto (PMN/RJ) dep.dr.carlosalberto@camara.gov.br